Sobre acessibilidade

Serviços

Notícias Mais Notícias

04/05/2018 - 15:45
Foram liberados R$ 213.900,00 para diferentes áreas: artesanato; confecções; artigos em geral; panificação; tapeçaria; farmácia, entre outros

O programa CredCidadão continua na região do Baixo Amazonas. Após concretizar os sonhos de empreendedores dos municípios de Belterra e Mojuí dos Campos, agora foi a vez da entrega de microcrédito para 50 micro e pequenos empreendedores de Santarém. Na ocasião, foram liberados R$ 213.900,00 para diferentes áreas: artesanato; confecções; artigos em geral; panificação; tapeçaria; farmácia, entre outros. O programa, que faz parte das ações do Pará 2030, já contabiliza mais de 700 pessoas contempladas e quase R$ 2,5 milhões liberados no município.

Em Santarém, a solenidade foi realizada no auditório da Estação Cidadania e contou com a presença do diretor-geral do CredCidadão, Jorge Rezende; do diretor operacional, Rodolfo Guedes; da coordenadora do polo Baixo Amazonas, Marília Miléo; do coordenador de Desenvolvimento e Incentivo à Produção, Gustavo Hamoy; e o assessor do Governo do Estado, Alexandre Von.

A liberação em Santarém contou com casos de sucesso de empreendedores que conseguiram renovar seu financiamento pela segunda vez e em segmentos diferentes. "A primeira vez, no valor de R$ 7 mil, foi para financiar parte de minha moto para ser mototaxista credenciado. Agora, consegui R$ 9.500,00 para abrir uma pequena farmácia, junto com minha sócia. Pretendo usar esse recurso para estruturar e comprar medicamentos. Só tenho a agradecer o Governo do Estado que conta com esse programa que ajuda quem tem um negócio próprio", disse Nacivaldo Ferreira, 39 anos.

O jovem artesão Ricardo Guedes Xavier, de 23 anos, veio da comunidade de Nuquini, localizada na região do Rio Tapajós, distante oito horas de barco de Santarém, para assinar sua primeira carta de crédito. Ele pretende investir o recurso de R$ 2 mil para melhorar sua produção.

"Depois de muito esforço consegui o financiamento pela primeira vez. Vou comprar novos equipamentos para trabalhar a matéria-prima que eu trabalho e trazer novas peças para expor no Cristo Rei (espaço inaugurado pela Prefeitura de Santarém, em 2015, que impulsiona o artesanato e o turismo)", relatou o jovem, que trabalha com o reaproveitamento de madeira morta.

Modelo - O diretor-geral do CredCidadão, Jorge Rezende, afirmou que Santarém é uma cidade modelo na aplicação dos recursos, por seus empreendedores, no estado do Pará. "Nas minhas andanças pelas diversas regiões do estado, a gente cita Santarém e aqui hoje tivemos a grata satisfação de ver quatro empreendedoras já no quarto empréstimo, porque estão pagando em dia e seus negócios estão se desenvolvendo. Isso é gratificante, porque mostra que o trabalho do Governo do Pará, por meio do CredCidadão, está dando resultados", analisa.

Alexandre Von, representante do Governo do Estado na solenidade, destacou que o recurso empregado nada mais é do que o retorno dos impostos pagos por todos os paraenses, empregados pela gestão em obras, serviços e, também, em oportunidades para o crescimento profissional. 

"Falo e destaco mais uma vez que esse dinheiro tem um único dono: é do povo paraense. A gestão administra com muita competência para que ele retorne em forma de obras, serviços e oportunidades, entre elas o fomento ao empreendedorismo. O CredCidadão é um programa que oferece alternativas para que o empreendedor cresça por meio do seu esforço", disse, ao lembrar que somente em Santarém o CredCidadão já beneficiou 702 micro e pequenos empreendedores, liberando R$ 2.428.190,00.

A agenda do CredCidadão no Baixo Amazonas continua nesta sexta-feira (4), com a liberação de microcrédito no município de Óbidos.

Por Samuel Alvarenga

 

A liberação em Santarém contou com casos de sucesso de empreendedores que conseguiram renovar seu financiamento pela segunda vez e em segmentos diferentes