Sobre acessibilidade

Serviços

Notícias Mais Notícias

03/05/2018 - 14:00
O programa CredCidadão ajudou a concretizar os sonhos de empreendedores dos municípios de Belterra e Mojuí dos Campos, no Baixo Amazonas.

O programa CredCidadão ajudou a concretizar os sonhos de empreendedores dos municípios de Belterra e Mojuí dos Campos, no Baixo Amazonas, nesta quarta feira (02), contribuindo a dinamizar os negócios dos mais variados segmentos econômicos - de cosméticos à criação de galinhas ou de assistência técnica de celulares à venda de polpa de frutas. A partir do objetivo de incentivar e desenvolver o empreendedorismo, o programa liberou R$ 134.500,00 a 39 micro e pequenos empreendedores.

Em Belterra, a solenidade foi no Centro de Referência de Assistência Social, da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Promoção Social (Semteps), e contou com a presença de 16 empreendedores beneficiados, autoridades políticas locais, como o coordenador municipal de Planejamento, Valdemar da Silva, o secretário municipal de Administração, Amarildo Rodrigues, o coordenador de Desenvolvimento e Incentivo à Produção, Gustavo Hamoy, que representou o Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas, além dos representantes do CredCidadão - o diretor operacional, Rodolfo Guedes, a coordenadora regional do Oeste, Marília Miléo e o diretor-geral, Jorge Resende. 

Foram liberados R$ 55.800,00 às atividades relacionadas a cosméticos; criação de galinhas; material de construção; assistência técnica de celular; artesanato; peças automotivas; confecções; papelaria; água e gás; oficina mecânica e mercearia.

Para o empreendedor Eli Nascimento de Lima, de 30 anos, dono de uma pequena loja de material de construção, o momento era de alegria e satisfação por conta do primeiro financiamento. "Para nós é um incentivo muito grande, principalmente quem está iniciando o empreendimento. Quero investir tudo em material de construção, para poder ter retorno e, futuramente, renovar o empréstimo com o dobro do valor", disse.

A solenidade também contou com empreendedores que souberam investir e pagar em dia seu empréstimo, como é o caso de Maria Madalena Farias. Dona de uma pizzaria, já beneficiada com o microcrédito em 2017, ela também trabalha no ramo do artesanato. "Esta já é uma renovação. Ano passado, consegui pra minha pizzaria, hoje vim buscar para impulsionar à venda de produtos do artesanato", explicou a empreendedora.

Prestes a completar 84 anos de fundação, celebrados na sexta feira (4), Belterra recebe um grande presente, segundo o coordenador municipal de Planejamento, Valdemar da Silva. O município, sem ainda uma dinâmica econômica, vê com bons olhos o desenvolvimento dos pequenos negócios. "A gente fica feliz em receber hoje esses créditos em nossa cidade. Reconhecemos o esforço e o trabalho do Governo do Estado e do Governo Municipal. Esta liberação não poderia chegar em melhor hora. Sabe-se que por si só, o município já tem muitas limitações. Não temos indústrias, não temos grandes empresas, a base da economia são os serviços e a própria agricultura e num momento desses, mais uma liberação de crédito será muito interessante para a economia municipal", lembrou. Ao todo, o CredCidadão beneficiou 68 empreendedores de Belterra com R$ 201.100,00.

Mojuí

Em Mojuí dos Campos, a solenidade no Centro de Convivência do Idoso, contou com a presença de 23 micro e pequenos empreendedores. Foram liberados R$ 78.700,00 às atividades relacionadas à criação de galinhas; plantio diversos; serviços reprográficos; artigos em geral; mercearia; plantio de mandioca; confecções; cosméticos, salão de beleza; oficina mecânica, ornamentação, polpa de frutas e mercadinho.

Ex-agente de desenvolvimento do CredCidadão, a mais nova empreendedora do município, Keliane Frota, 34 anos, comercializa polpa de frutas e falou sobre as facilidades que o programa oferece para quem deseja dinamizar seu negócio. "O crédito vai ajudar a melhorar e ampliar meu negócio. É um recurso muito bom, os juros são baixos e nosso município e o Oeste do Pará só têm a ganhar. Quem consegue uma vez, consegue outras vezes", ressalta.

A professora da rede municipal e empreendedora do setor de ornamentação de eventos, Francimeire Costa, 37 anos, também estreante no programa, destacou que o CredCidadão é acessível a todos que desenvolvem uma atividade comercial. "É uma alternativa que o Governo do Estado oferece para quem tem um negócio e está precisando de um incentivo financeiro para desenvolvê-lo. Pra mim será muito bom, porque vou ter condições em investir em novidades, já que trabalho com ornamentação de eventos", relata.

O prefeito em exercício de Mojuí dos Campos, Antônio Arruda lembrou que esta é a terceira liberação de microcrédito no município, onde o programa já liberou R$ 288.700,00 a 80 empreendedores. "Agradecemos o compromisso do Governo do Estado com o nosso município e com os empreendedores. Essa já é a terceira vez que esse recurso é liberado. É excelente para os municípios e, principalmente, para os empreendedores gerarem emprego e renda", lembra.

O diretor-geral do programa CredCidadão, Jorge Resende ressaltou que mesmo diante de um cenário de profunda crise econômica que o Brasil atravessa, o Governo do Estado vem cumprindo suas obrigações, como por exemplo, manter os salários dos servidores em dia, sem atrasos, e sobretudo, não deixar de investir em setores estratégicos.  

"Isso é uma demonstração do cuidado e do respeito do Governo do Estado em incentivar os micro e pequenos empreendedores. O CredCidadão está inserido no programa Pará 2030 e é mais uma ação efetiva de atendimento à população. Os empreendedores já receberam sua carta de crédito vão se movimentar, vão pagar suas parcelas em dia e contribuirão para a geração de emprego e renda tanto em Belterra, quanto em Mojuí dos Campos", reitera o diretor.

A agenda do CredCidadão prossegue nesta quinta feira (03), às 09h, no auditório da Estação Cidadania, em Santarém, com a liberação de R$ 213.900,00 a 50 empreendedores.

 

Por Samuel Alvarenga

Em Belterra, a solenidade foi no Centro de Referência de Assistência Social, da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Promoção Social (Semteps).